Parar de fumar engorda ou é o tabagismo que aumenta o risco de obesidade?

Por J.Costa


O tabagismo é um problema que assola milhares de pessoas em todo o mundo. Além das inúmeras doenças conhecidas que o fumo causa, como por exemplo, o câncer nos pulmões, diminuição da expectativa de vida, câncer de boca, na laringe, no estômago e outros diversos tipos de problemas como renites, tromboses, bronquites, úlceras e impotência sexual, recentemente cientistas estudaram mais um dos problemas causados pelo cigarro: a obesidade.

Tabagismo interfere no ganho de peso

Veja como o tabagismo interfere no ganho de peso.

Mesmo com muitos fumantes magros no fim de suas vidas e pessoas vítimas da obesidade no caso de pararem de fumar, vários questionamentos acerca da relação entre o fumo e o peso são feitos. Recentemente, experimentos realizados na Escola de Medicina da Universidade Yale, nos Estados Unidos, procuraram desvendar os mistérios acerca deste assunto.

A relação do fumo e do peso

O fumo vem há muito tempo obtendo relações diretas e indiretas com o peso. Isto porque a nicotina e os vários componentes presentes no cigarro são capazes de quebrar a estrutura molecular de nosso organismo, ocasionando doenças variadas. Como consequência do vício, quando uma pessoa para de fumar acaba ganhando peso, uma vez que seu metabolismo ainda está desregulado devido à agressão anteriormente efetuada.

O cigarro aumenta os riscos de obesidade enquanto a pessoa fuma ou até mesmo quando ela deixa de fumar

O cigarro aumenta os riscos de obesidade enquanto a pessoa fuma ou até mesmo quando ela deixa de fumar.

Quando uma pessoa fuma, vários nutrientes que originalmente são obtidos pela alimentação já não conseguem mais ser absorvidos pelo organismo, de modo que ela precisa comer mais para saciar suas necessidades biológicas. Dependendo do tipo de alimento ingerido, o fumante poderá ser acometido pela obesidade, ao passo que outros, caso não arrumem uma solução para seu vício, automaticamente podem ficar anêmicos.  O cigarro é um elemento que destrói o funcionamento harmônico do corpo humano.

Neste contexto e de acordo com a pesquisa, 90% dos fumantes que largaram o vício teve um aumento de peso significativo, fator este que envolve muitas causas psicológicas. A nicotina funciona como uma máscara para a ansiedade e outros elementos de ordem emocional que possuem relações com o físico.

Leia a matéria: Ansiedade engorda – aprenda a diminuí-la!

O-tabagismo-aumenta-os-riscos-de-obesidade-3

Se você fuma ou parou de fumar recentemente, procure um médico para acompanhá-lo.

Fumar ou até mesmo largar o cigarro são fatores que contribuem para a obesidade e o ganho de peso. Portanto, se você se enquadra no grupo dos fumantes ou das pessoas que pararam de fumar, procure já o seu médico e faça um acompanhamento com nutrientes e medicamentos que procuram restabelecer a ordem do organismo.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.