O que NÃO comer pós-treino

Por J.Costa


A refeição pós-treino é a mais importante de todas. Muitas pessoas optam por utilizar suplementos alimentares para nutrir o organismo nesse período, contudo, é possível sim obter os mesmos resultados com comida sólida, desde que se escolha os alimentos adequados.

As melhores refeições pós-treino devem necessariamente conter água, hidratos de carbono complexos e uma quantidade moderada de proteína.

Barras energéticas: São um bom petisco, mas não o alimento ideal pós-treino. Se você estiver em casa tente manteiga de amendoim com grãos integrais ou iogurte desnatado com frutas. Se você estiver na rua opte por barras com no mínimo 5 gramas de proteínas e 25 a 40 gramas de carboidratos.

Vegetais: Está surpreso? Apesar da matérias-prima dos vegetais serem cheias de nutrientes, eles simplesmente não são suficientes para manter seu corpo energizado depois de um treino. No pós-treino você precisa de algo mais substancial.

Queijo: Por uma série de razões, não é recomendado o consumo após o treino.

Refrigerante: Devem ser evitados em todos os momentos, mas em especial no pós-treino.

Salgadinhos: Comer excesso de sal depois de um treino pode perturbar o equilíbrio do seu corpo de sal e água. Depois de uma sessão de suor, você precisa repor eletrólitos incluindo sódio.

Pizza: Possui uma grande quantidade de gordura saturada, sal e ainda por cima é feita de farinha refinada.

Cereal: Alguns são saudáveis??, mas alguns estão sobrecarregados com açúcar. Cuidado!

Smoothies: São na maioria das vezes feitos com frutas, mas a grande quantidade de suco de fruta pode rapidamente tornar o alimento rico em açúcar.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.