Excesso de gordura saturada afeta o cérebro e pode diminuir a saciedade

Por J.Costa


A gordura saturada em excesso pode afetar o cérebro e ainda diminuir a saciedade.

De acordo com uma pesquisa, a gordura saturada causa danos para os neurônios que são responsáveis pelo apetite. Para quem deseja ficar satisfeito comendo menos, o recomendado é fazer a ingestão de mais fibras.

Já imaginou conseguir comer pouco e se manter satisfeito? Essa é uma maneira excelente de perder peso, não acha? Porém existem alguns alimentos que conseguem tal sensação de saciedade, como a gordura saturada de origem animal.

Essa gordura causa danos e até mesmo a morte de neurônios, que são responsáveis pelo controle do apetite, fazendo a pessoa se sentir menos saciada e sentir mais fome também. Tais neurônios ficam no hipotálamo e tem que ser preservados para que a pessoa possa se sentir mais saciada e assim, come menos e não engorda.

Excesso de gordura saturada afeta o cérebro e pode diminuir a saciedade

Portanto, além de gastar mais energia do que consome, é necessário evitar ingerir a gordura saturada, mantendo a sua dieta rica em verduras, frutas, fibras e legumes para ajudar a aumentar a sensação de saciedade.

Dicas para se manter saciado

Se você quer se manter saciado de forma saudável, é importante saber que quando falta energia, o corpo começa a produzir grelina, que é o hormônio da fome. A grelina “acende” o hipotálamo, fazendo a pessoa ir buscar por comida. Assim que come, o nível de grelina é reduzido e aumenta o nível de leptina, o hormônio da saciedade, que é um hormônio que funciona feito um sinal. Porém, não são os neurônios que controlam a saciedade e se houver um problema com os neurônios, de nada adianta a leptina dar um sinal, pois a pessoa vai continuar a comer.

Para ter mais saciedade com menos comida, você precisa:

  • De alimentos que saciam por mais tempo, como as fibras e as proteínas;
  • Comer mais devagar;
  • Evitar excesso de gordura saturada animal;
  • Fatiar os alimentos no prato;
  • Tomar um copo de água ou de chá com 30 minutos antes da refeição.

A gordura saturada é interpretada pelo sistema imunológico como sendo um potencial risco, pois algumas bactérias prejudiciais ao corpo possuem o mesmo tipo de gordura. Então, são produzidas citocinas que mata essa ameaça, causando uma inflamação e a perda de neurônios.

Dessa forma a pessoa passa a comer mais e possui um risco maior de desenvolver obesidade e as demais doenças relacionadas a ela, como a hipertensão, o diabetes, aterosclerose e, inclusive, até alguns tipos de câncer. As pessoas precisam evitar o bacon, biscoitos, bolos industrializados, creme de leite e chantilly.

Há também os alimentos com fibras que aumentam a sensação de saciedade, pois demandam um tempo maior para a digestão. É preciso que as pessoas prefiram frutas com casca, cereais integrais, legumes, verduras e outras fontes de proteínas, como os queijos, iogurtes desnatados, ovos, carnes e castanhas.

Sem contar que as opções como a aveia, o farelo de trigo e chia são benéficas também para associarmos às refeições.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.