Dieta rica em proteína pode diminuir risco de AVC

Por J.Costa


As alterações vasculares no corpo podem surgir por uma série de comportamentos inadequados incluindo a alimentação neste rol e com relação a este assunto uma recente pesquisa mostrou que uma dieta rica em proteína pode diminuir risco de AVC.

Como a dieta rica em proteína pode diminuir risco de AVC

De forma inicial é preciso compreender que o AVC (Acidente vascular Cerebral) se refere a um processo sério que pode levar á morte no qual por uma grande diversidade de fatores ocorre o rompimento de algum vaso sanguíneo no interior do cérebro determinando um extravasamento de sangue com consequências variadas.

Dieta rica em proteína pode diminuir risco de AVC

Muitas vezes a ocorrência de um AVC é uma consequência da alimentação inadequada realizada e com relação a isto um estudo publicado na revista neurology da Associação Americana de Neurologia apresenta alguns indicativos interessantes.

A pesquisa que possui o título Quantitative analysis of dietary protein intake and stroke risk foi feita pela Universidade de Nanjing na China por meio da revisão de sete pesquisas feitas anteriormente com 254.489 pessoas as quais foram acompanhadas por cerca de 14 anos com relação à sua alimentação.

Nesta análise profunda que foi realizada foi possível a conclusão de que as pessoas que comem 20 gramas de proteínas – especialmente as provenientes do peixe – todos os dias tem aproximadamente 20% menos risco de ter um AVC quando comparadas com pessoas que ingerem menos do que isso.

Mas as pessoas que querem ingerir mais proteínas não tem problema porque ainda segundo os resultados obtidos pela pesquisa a cada 20 gramas diários extras de proteínas consumidas o risco de apresentar um problema como o estudado no cérebro diminuía em 26% mas existe ainda a necessidade de novos estudos para confirmar a recomendação desta quantidade de proteínas a serem ingeridas todos os dias.

Como esta pesquisa comprova a importância de se consumir todos os dias proteínas não existe com isso um estímulo ao consumo de carne vermelha a qual é associada com um maior risco de se apresentar o AVC e por isso esta fonte de proteínas pode ser substituída por outras como o peixe.

Portanto, ficou mais uma vez ressaltado o fato de que uma dieta rica em proteínas pode diminuir risco de AVC havendo neste caso a necessidade de consumir pelo menos 20 gramas por dia deste nutriente dando preferência para os que tem origem animal garantindo uma redução na pressão arterial e por consequência do surgimento de um derrame.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.