Dicas de alimentação para uma corrida

Por J.Costa


Dentre as modalidades de exercícios existentes, a corrida vem ganhando cada vez mais adeptos pelo seu contato com a natureza e valores mais acessíveis, pois não é preciso estar em uma academia. Apesar disso, é preciso ficar atento ao que se come antes da prática do exercício para evitar problemas desagradáveis.

A prática de uma atividade física é muito importante não apenas do ponto de vista estético, para conduzir ao emagrecimento, como também para a saúde do corpo de forma geral. No entanto, para que as atividades da corrida tenham os efeitos desejados é preciso que ela seja aliada a uma alimentação correta e equilibrada com todos os nutrientes que o organismo precisa.

Alimentação para corrida

Fique atento ao que come antes e depois da corrida.

De forma inicial, é preciso considerar que para a prática da corrida é importante a oferta ao corpo de forma diária tanto dos macro nutrientes – carboidratos, proteínas e lipídios – como dos micronutrientes – minerais e vitaminas – que irão oferecer energia aos músculos além de garantir o bom funcionamento de todo o corpo.

Por isso, é necessário que os corredores – amadores ou profissionais – de forma geral tenham uma alimentação formada por frutas, verduras, legumes, carnes além de uma boa hidratação.

É necessário ainda que os praticantes desta modalidade esportiva façam a ingestão constante de alimentos antioxidantes como linhaça, azeite de oliva, peixe, frutas vermelhas, laranja, mamão, acerola, banana e água de côco.

Para o período anterior à corrida é preciso alimentar-se pelo menos uma hora antes do início desta atividade física que não deve ser feita em jejum, sendo que neste período devem ser ingeridos de preferência carboidratos com índice glicêmico médio como banana, pão integral, maça e outros.

Hidratação antes, durante e depois da corrida

A hidratação é muito importante antes, durante e depois de uma corrida.

Antes de uma corrida devem ser evitados alimentos com proteínas – leites, carnes e frios – com açúcar ou fibras que podem causar desconforto estomacal bem como aqueles com excesso de gordura e fritos A hidratação deve ser feita antes, durante e após a atividade física de forma intensa com o uso não apenas de água, mas também com bebidas isotônicas e carboidratadas para garantir o equilíbrio hidroleletrolítico do corpo.

Depois que a corrida terminar é importante ter uma alimentação adequada que garanta a reposição do glicogênio, evite a perda de massa magra e também restabeleça os líquidos perdidos.

A ingestão de alimentos após a corrida deve ser feita em no máximo uma hora com carboidratos de alto nível glicêmico como arroz e pães unidos a proteínas como ovos e carne magra bem como o consumo de pelo menos 1 litro de água para cada quilo de peso perdido durante este exercício.

Deste modo, através destas dicas será possível praticar a corrida tanto de forma amadora como sob o aspecto esportista garantindo que a alimentação seja a sua grande aliada para o alcance de seus objetivos por meio da corrida.

Continue lendo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.